quinta-feira, 24 de junho de 2010

Crescimento e desenvolvimento da criança e do adolescente.















O crescimento e o desenvolvimento são eixos referenciais para todas
as atividades de atenção à criança e ao adolescente sob os aspectos
biológico, afetivo, psíquico e social.
Uma das estratégias adotadas pelo Ministério da Saúde, a partir de
1984, visando incrementar a capacidade resolutiva dos serviços de
saúde na atenção à criança, foi a de priorizar cinco ações básicas de
saúde que possuem comprovada eficácia:

· Promoção do aleitamento materno
· Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento
· Imunizações
· Prevenção e controle das doenças diarréicas
· Prevenção e controle de infecções respiratórias agudas
Tais ações devem constituir o centro da atenção a ser prestada em toda a rede básica de serviços de saúde. E, nesse sentido, o Ministério da Saúde estabeleceu normas técnicas, definiu instrumentos operacionais e promoveu a capacitação de recursos humanos. A partir de 1996, o Ministério da Saúde vem ampliando investimentos para promover a organização da atenção básica nos municípios. Para tanto, definiu os Programas de Agentes Comunitários de Saúde e de Saúde da Família (PACS/PSF) como as estratégias prioritárias capazes de resgatar o vínculo de co-responsabilidade entre os serviços e a população, favorecendo não só a cura e a prevenção de doenças, mas também a valorização do papel das pessoas, das famílias e da comunidade na melhoria das condições de saúde e de vida. São os Agentes Comunitários de saúde que pesam as crianças nas visitas domiciliares, registram o peso no cartão, desenham as curvas no gráfico, orientam as mães, reportam os achados à unidade de saúde, encaminhando os casos indicados pelo enfermeiro instrutor-supervisor. Como parte do processo de fortalecimento da atenção básica, a meta do Ministério é intensificar a utilização
do Cartão da Criança, reforçando junto às mães a importância deste
instrumento no acompanhamento da saúde de seus filhos.
Outras ações e programas do Ministério da Saúde estão sendo implantados
no País para melhorar as condições de saúde e nutrição de crianças.
Em 2001, foi lançado o Programa Bolsa-Alimentação que visa aprimorar
as ações de combate às carências nutricionais em crianças de até seis
anos de idade. Este manual é mais um importante instrumento técnico
para os profissionais que realizam o diagnóstico e fazem o acompanhamento
dessas crianças no âmbito da atenção básica de saúde. O Manual para o Acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento foi dividido em duas partes: a parte 1 aborda o crescimento, a parte 2, o desenvolvimento. Embora o crescimento e o desenvolvimento configurem um processo global, dinâmico e contínuo, a decisão de separar, do ponto de vista didático, a avaliação do crescimento da avaliação do desenvolvimento deve-se ao fato de sua abordagem apresentar sistemáticas e metodologias diferenciadas e específicas. Crescimento, procedeu-se à atualização do conteúdo, abordando-se alguns aspectos fundamentais do processo biológico do crescimento de interesse para a prática clínica, assim como os principais fatores que interferem neste processo. Foram introduzidos, também, outros índices antropométricos como mais uma ferramenta para avaliar o crescimento e que poderão ser usados, em caráter complementar ao índice peso/idade, nos serviços de maior complexidade que tenham condições de utilizá-los. O Desenvolvimento, a avaliação foi modificada em relação às edições dos manuais anteriores de normas técnicas. O enfoque psicométrico foi acrescido de uma abordagem mais psíquica, valorizando o vínculo mãe/filho e criança/família como medida de promoção da saúde mental e prevenção precoce de distúrbios psíquico/afetivos. O manual destina-se aos profissionais de saúde de nível superior que prestam atendimento infantil nos diversos níveis da atenção, com a finalidade de contribuir para a melhoria da qualidade de suas práticas e, por extensão, a qualidade de vida das crianças, mediante a monitoração do seu crescimento e desenvolvimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário